Aguarde, carregando...

CORONAVIRUS: A MELHOR PROTEÇÃO É A PREVENÇÃO

As medidas preventivas simples ainda são a melhor maneira de se proteger contra o coronavírus.

A covid-19 pode ser transmitida de forma semelhante à influenza ou outros vírus respiratórios, pelas gotículas respiratórias, por tosse e espirros em curta distância ou pelo contato com objetos contaminados pelo vírus.

Adote estes hábitos

  • Lave sempre as mãos com água e sabonete líquido ou higienize com álcool gel 70%.
  • Abra as janelas e mantenha os ambientes ventilados.
  • Algumas infecções respiratórias podem ser prevenidas. Verifique sua Carteira de Vacinação ou vá até uma Unidade de Saúde.
  • Não compartilhe copos, talheres e objetos pessoais.
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca.
  • Evite locais com aglomeração de pessoas e ambientes fechados.
  • Use lenço descartável para assoar o naríz. Ao tossir ou espirrar apoie no cotovelo, nunca nas mãos.

SINTOMAS

Os sinais e sintomas da covid-19 são febre associada a sintomas respiratórios (tosse, coriza, dificuldade de respirar, dor de garganta).

TRANSMISSÃO

Toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos, também transmitem o vírus.

O período médio de incubação (intervalo entre a data de contato com o vírus e o início dos sintomas) é de 5 a 14 dias.

PRIMEIROS SINAIS

A infecção respiratória é causada por um novo vírus, portanto o comportamento e evolução dos casos está sob constante monitoramento das autoridades nacionais e internacionais de saúde.

Todos que chegarem de viagem do exterior ou de estados com transmissão comunitária, nos últimos 14 dias, com febre e sintomas respiratórios (coriza, tosse, falta de ar, dor de garganta), podem ser enquadrados como casos suspeitos.

Se você tem...

Sintomas de gripe ou resfriado com bom estado geral: Fique em casa por 14 dias para evitar a contaminação de outras pessoas.
Piora do estado geral, cansaço ou dificuldade para respirar: Ligue para o (63)34431480

CHEGUEI DE VIAGEM, QUAL A RECOMENDAÇÃO?

Isolamento domiciliar de sete dias para todas as pessoas que retornem de viagem do exterior ou de estados com transmissão comunitária, mesmo que não apresentem sintomas.

Isolamento domiciliar de 14 dias para todas as pessoas que retornarem de viagem do exterior ou de estados com transmissão comunitária e apresentem febre associada a um dos sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta ou dificuldade para respirar).

TRATAMENTO

Assim que os sintomas surgirem, é importante procurar ajuda médica imediata para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento. Com as orientações do especialista, algumas medidas simples podem ajudar, como:

- Fazer repouso;

- Beber bastante água;

- Tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garganta e tosse;

- Usar umidificador de ar.

FUI ORIENTADO A FICAR EM ISOLAMENTO, E AGORA?

Caso o paciente não more sozinho, deve permanecer em cômodo privativo individual e bem ventilado.

Limitar o número de cuidadores e não receber visitas.


Limitar a circulação do paciente por ambientes compartilhados, como cozinha e banheiro, e garantir que estes cômodos estarão sempre ventilados.

Recomendar ao paciente em isolamento que, ao se deslocar para ambientes de uso compartilhado, use máscara descartável e higienize as mãos após vestir a máscara - esta deve ser descartada no lixo imediatamente após o uso. Após o descarte, higienizar as mãos com água e sabonete ou álcool gel.


Máscaras cirúrgicas descartáveis não devem ser reutilizadas e devem ser trocadas sempre que úmidas.

Etiqueta respiratória deve ser praticada por todos: cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar usando lenço de papel ou o cotovelo flexionado, fazendo a higiene das mãos imediatamente após.


Descartar os materiais usados para cobrir a boca e o nariz imediatamente após o uso.

Materiais descartáveis gerados pelo paciente ou durante os seus cuidados devem ser mantidos em saco de lixo no quarto, antes do descarte com outros resíduos domésticos.


Não compartilhar objetos de uso pessoal: escovas de dente, talheres, pratos, copos, toalhas ou roupas de cama.

Talheres e pratos devem ser lavados com água e sabão ou detergente comum e podem ser reutilizados.


Peças de vestuário, roupas de cama e roupas de banho do paciente, limpas ou sujas, devem ser lavadas separadamente com água e sabão comum. Evitar agitar a roupa suja.

Os pacientes devem permanecer em casa pelo período recomendado.


Contatos sintomáticos devem ligar para o telefone: (63)34431480.

Cuidadores de crianças pequenas devem usar máscara descartável ao segurar a criança e higienizar as mãos após.

MEDIDAS ADOTADAS


A Prefeitura Municipal de Ananás visando atuar de forma preventiva adotou as seguintes medidas para o Enfrentamento do COVID 19;
  • Decretou medidas preventivas e restritivas no combate a Pandemia, nos respectivos Decretos: N° 15 de 20/03/2020; N° 16 de 23/03/2020; N° 17 de 25/03/2020; N° 22 de 22/04/2020; N° 24 de 29/04/2020;
  • Os decretos levam em consideração a emergência/calamidade de saúde pública de importância nacional e internacional.
  • Dentre as medidas tomadas, cita-se algumas:
  • Estudo ou investigação epidemiológica;
  • Requisição de bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas, hipóteses em que será garantido o pagamento posterior de indenização justa;
  • Os órgãos da Administração Pública Municipal adotarão as orientações e recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde, bem como das entidades de saúde estadual e local, com o objetivo de proteção da coletividade;
  • Criação do Gabinete de Enfrentamento da Crise Sanitária (COVID-19); 
  • Fica vedada a realização de quaisquer eventos em que ocorra a aglomeração de pessoas, a fim de evitar a contaminação pelo coronavírus, conforme orientação do Ministério da Saúde;
  • Previsão de Notificação, Multa, Interdição provisória;
  • Suspensão das seguintes atividades: Academias, Clubes dançantes, Balneários, Feira, Eventos Religiosos, Bares, Festas Particulares (aniversários, casamentos, confraternizações), Aglomeração de pessoas, mesmo em locais abertos;
  • Ficam suspensas as aulas nas escolas públicas municipais e centros municipais de educação infantil;
  • Declarado estado de calamidade pública no município de Ananás, para os fins de direito, em razão da pandemia decorrente do coronavírus (COVID-19;
  • Servidores de outras secretarias poderão ser requisitados pela Secretaria Municipal de Saúde, caso em que somente não serão cedidos por despacho fundamentado do Secretário Municipal que tenha o servidor requisitado;
  • Obrigatoriedade do uso de máscaras por toda população.
As medidas preventivas e restritas serão editadas através de Decreto, de acordo a reavaliação pelo Gabinete Municipal de Enfrentamento ao COVID 19.